(+351) 262 870 070
esrbp@esrbp.pt

Avaliação Interna da Escola

AVALIAÇÃO INTERNA – 2014/2018

ENQUADRAMENTO

Como Organização viva que é, a Escola está em permanente transformação. Pelas inúmeras interações que aí ocorrem, são despoletados sucessivos processos de mudança que conduzem a resultados distintos. Destes processos haverá alguns que se revelam mais produtivos e eficazes do que outros. É neste âmbito de otimização e de procura da excelência que faz sentido a autoavaliação da escola.

O Regulamento Interno do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, determina que  a  autoavaliação do Agrupamento decorre da Aplicação do modelo C.A.F. (Common Assessment Framework). Trata-se de uma metodologia europeia de avaliação da qualidade nas organizações do setor público, aplicada agora às instituições educativas. “Este modelo visa o processo de autoavaliação para a qualidade através do qual o Agrupamento procede ao diagnóstico do seu desempenho numa perspetiva de uma melhoria contínua, através da identificação de pontos fortes e áreas de melhoria, que sustentem o desenvolvimento de uma efetiva cultura de excelência.” (in Regulamento Interno, artigo 190º).

Trata-se pois de uma ferramenta que vela pela melhoria contínua do Agrupamento e que tem por base uma estratégia explícita na sua Missão, na sua Visão e nos Valores que lhe dão suporte. Em virtude dessa estratégia, o sistema de avaliação CAF nunca terá um fim. Ou seja, os resultados de determinado momento avaliativo constituirão a base do lançamento de estratégias para um novo ciclo de melhoria. Será sempre esta a dinâmica.

Na linha do que dissemos, torna-se possível entender a verdadeira importância de uma clara definição da Missão, da Visão e dos Valores a promover pelo Agrupamento. Tais definições, presentes no Projeto Educativo serão o primeiro passo de uma longa caminhada que passará por vários momentos.

FASE 1 - O INÍCIO DA CAMINHADA CAF

1.º Decidir como organizar e planear a autoavaliação
2.º Comunicar o projeto de autoavaliação

FASE 2 - PROCESSO DE AUTOAVALIAÇÃO

3.º Criar equipa(s) de autoavaliação
4.º Organizar a formação
5.º Realizar a autoavaliação
6.º Elaborar um relatório de autoavaliação

FASE 3 - PLANO DE MELHORIAS/PRIORIZAÇÃO

7.º Elaborar um plano de melhorias
8.º Comunicar o plano melhorias
9.º Implementar o plano melhorias
10.º Planear a próxima autoavaliação